Coisas & Causas

Os senhores já não estão… foram-se

black Fayorit typewriter with printer paper

por José Ramos e Ramos // julho 31, 2022


Categoria: Opinião

minuto/s restantes


Houve tempos em que os senhores metiam o seu automóvel numa garagem semelhante a um quarto, na Rua da Junqueira, em Lisboa, num palacete há anos em ruínas.

Dançava-se então foxtrot e os miúdos dançariam depois yé-yé para mostrar o popó às amigas.

O eléctrico passava à porta, mas era para o povo.

O consumo e, mais tarde, a Liberdade, deram ao povo dinheiro e o povo também comprou popós.

E os senhores? Abalaram nos seus popós para sítios cada vez mais longe do povo-com-popós.

E povo? Foi morar para longe, porque assim podia ter casa e popó.

E  agora? Agora há popós por todo o lado e muitas casas abandonadas em Lisboa.

E o foxtrot? Tornou-se nome de bar, onde às vezes também se dança tango. Mas os senhores já não dançam.

Já não estão… ficou a belíssima casa… em ruínas.

José Ramos e Ramos é jornalista (CP 214)

Mais fotos, AQUI e AQUI.


N.D. Os textos de opinião expressam apenas as posições dos seus autores, e podem até estar, em alguns casos, nos antípodas das análises, pensamentos e avaliações do director do PÁGINA UM.

O jornalismo independente DEPENDE dos leitores

Gostou do artigo? 

Leia mais artigos em baixo.