Coisas & Causas

Em dois minutos!

black Fayorit typewriter with printer paper

por José Ramos e Ramos // setembro 30, 2022


Categoria: Opinião

minuto/s restantes


Ficámos a saber, pelas notícias:

“O lançamento da nova linha de alta velocidade Porto-Lisboa”, titula o JN e com razão. 

São as nossas costas viradas para Espanha, o nosso mais importante parceiro económico. 

Já se prevê o fim dos voos inter-capitais na Europa. Precisamos de ar puro e também falta combustível. 

Mas imitando a visão pequenina do já-foi Passos Coelho, António Costa vai fazer um TGVzito entre Porto e Lisboa, sem paragem em Coimbra B. 

photo of train station

Marido de ministra saca 200 mil “, é manchete do Correio da Manhã, e um cedo prenúncio do estouro da maioria absoluta do PS. Depois do caso Medina-Figueiredo (para um cargo que afinal não era necessário) e do ministro da Saúde, Manuel Pizarro, casado com a bastonária da Ordem dos Nutricionistas (sem verem incompatibilidade, mesmo quando ele foi secretário de Estado)

“Escolas contratam docentes sem formação pedagógica”, refere o CM, que nos deixa a pensar na crucificação eterna dos professores nos últimos 40 anos, com relatórios, avaliações, testes, formações pagas dos seus bolsos e… muitas pressões. Tudo pró lixo. 

Afinal a ideia era uma questão de estupidez e defesa das mordomias da FENPROF.

“Câmara aposta em rendas e casas municipais”, é o que se lê no Diário de Notícias. E prova que os políticos portugueses têm medo de tocar na propriedade privada, que anda a ser esbanjada à mesa dos podres-de-rico.

brown and white concrete houses

Temos 730 mil casas desocupadas, segundo relatório da OCDE de 2019. Mas aqui o célebre “mercado” não funciona. 

E os estrangeiros que compram casas à molhada. Muitos com vistos Gold, que deveriam envergonhar qualquer nação. 

Outros, pior! Nem sequer pagam impostos durante 10 anos. 

Se formos para os países deles, também nos tratam assim?

“Salário mínimo vai subir mais para compensar alta da inflação”, diz o Público, que não explica que a inflação é obra, em grande parte, da especulação imobiliária. 

Se um miúdo comprar um bilhete de 50 euros para o Festival Super Bock e vender por 70 está feito com a polícia e a ASAE.

euro banknote collection on wooden surface

Mas os podres-de-rico investem 1.000 euros por metro quadrado, em Lisboa, e vendem os apartamentos por 5.000 cada metro quadrado… Ah, pois! São grandes motores da Economia!

Até o primeiro ministro António Costa já se rendeu, e já tem cinco casas…. mas a preço de saldo. 

Porque não é parvo. Não compra gato por lebre, como disse o outro do Vale da Coelha!

José Ramos e Ramos é jornalista (CP 214)


N.D. Os textos de opinião expressam apenas as posições dos seus autores, e podem até estar, em alguns casos, nos antípodas das análises, pensamentos e avaliações do director do PÁGINA UM.

O jornalismo independente DEPENDE dos leitores

Gostou do artigo? 

Leia mais artigos em baixo.