Recensão: Pão, Azeite e Vinho - A Tríade Mediterrânica

A prodigiosa aliança da Natureza e do engenho humano

por Paulo Moreiras // Março 12, 2023


Categoria: Cultura

minuto/s restantes

Título

Pão, azeite e vinho

Autor

PEDRO RODRIGUES; MOUETTE BARBOFF; FRANCISCO LINO; e SASHA LIMAUI

Editora (Edição)

Objecto Anónimo (Janeiro de 2023)

Cotação

16/20

Recensão

Ao chegarmos ao fim da leitura deste livro, uma pergunta nos assalta o espírito: como pode este pequeno rectângulo a que chamamos Portugal, tão entalado junto ao extenso mar, ser detentor de tamanhas riquezas

Vejamos.

Para o Pão, confesso que é difícil aferir a variedade existente. Em todas as regiões do país abundam diversos e primorosos exemplares das artes da panificação, portentosos no sabor e nas suas idiossincrasias locais e regionais.

Mas para o Azeite “existem seis Denominações de Origem Protegidas para Azeites, a saber: Azeite de Moura, Azeite do Norte Alentejano, Azeite de Trás-os-Montes, Azeite do Ribatejo, Azeite da Beira Interior e Azeite do Alentejo Interior.” Além disso, para a produção deste “ouro verde” podemos contabilizar em Portugal mais de 40 variedades de azeitona. Um prodígio da Natureza e do engenho humano.

No que diz respeito ao Vinho, “Portugal tem a maior diversidade de castas por metro quadrado quando comparado com qualquer outro país. Acrescente-se o facto de só 70 dessas castas registadas serem consideradas de origem exterior à península Ibérica.”

Na listagem das castas viníferas normalmente utilizadas na produção de vinho, Portugal regista, hoje em dia, cerca de 343. “Um número muito superior à maioria de outros países produtores” Acrescente-se a isto, o facto de existirem “em Portugal 24 zonas de produção de vinhos com denominação de origem (DOC).” Mais uma demonstração prodigiosa da Natureza e do engenho humano.

Sobre esta prodigiosa tríade, diz-nos Pedro Rodrigues, coordenador do livro: “Eis que vos apresento o pão, aconchegante, que alimenta o corpo; o azeite, sedutor, que amacia o coração; e o vinho, mágico, que alegra o espírito.”

Além da coordenação editorial, Pedro Rodrigues assume também a autoria das fotografias, das receitas e da confecção dos pratos propostos, assinalando-se ainda a colaboração da saudosa Mouette Barboff (1941-2021) como autora dos textos sobre o Pão, de Francisco Lino para os textos dedicados ao Azeite e ainda de Sasha Lima, que escreveu acerca do Vinho em Portugal.

Através de textos simples, escorreitos, numa linguagem clara e objectiva, claramente destinada a informar, mergulhamos num mundo cheio de particularidades que não só importa conhecer, como também preservar, compreender e não deixar esquecer. Receitas antigas, novos conhecimentos, abordagens irreverentes, criativas e por vezes disruptivas. Assim se dá forma a uma nova culinária, a um estar à mesa com os familiares e amigos que, ao fim ao cabo, são a génese de um estilo de vida proporcionado pela Dieta Mediterrânica.

Apresenta-se este livro como uma espécie de curso abreviado de introdução ao universo destes três ingredientes fundamentais da nossa culinária e, principalmente, da nossa identidade. Tudo envolvido numa edição graficamente muito bem cuidada, com variadas fotografias, em particular nas receitas, num passo-a-passo, interessante. Três produtos nobres da nossa cozinha que seguramente são merecedores de uma edição assim tão cuidada. Parabéns.

O jornalismo independente DEPENDE dos leitores

Gostou do artigo? 

Leia mais artigos em baixo.

Ah, os aviões! Dinossauros gigantes a galgar a pista. Um rugido grave que se aproxima. Suave, primeiro. Forte. Novamente suave, até ...

A humanidade segue erguendo-se e se reiventando, em busca de novos mundos, observando e iluminando caminhos para as suas raízes Bruno ...

Título A malnascida Autora BEATRICE SALVIONI (tradução: Ana Cláudia Santos) Editora (Edição) Alfaguara (Outubro de 2023) Cotação 17/20 Recensão O livro ...