Novidades Literárias

Estante P1: Outubro de 2023

view of floating open book from stacked books in library

por Redacção PÁGINA UM // Novembro 10, 2023


Categoria: Cultura

minuto/s restantes

Título

Os perigos da direita radical

Autor

Carlos Martins

Editora

Saída de Emergência

Sinopse

Os perigos da direita radical apresenta a história e analisa a ideologia da extrema-direita e da direita radical no pós-1945, não só em Portugal, mas em vários países do mundo onde o fenómeno continua presente. Dando especial atenção à atualidade e aos partidos e personalidades de direita radical que são mais relevantes em cada país, Carlos Martins identifica os principais conceitos que formam a ideologia da direita radical populista (nação, autoridade e populismo), bem como outros conceitos secundários que são importantes para entender as especificidades desta ideologia.

Considerando também a evolução e transformação dos diferentes partidos e movimentos, o autor analisa a forma como estes conceitos se manifestam na direita radical em França, Itália, Rússia, Hungria, EUA, Brasil, Espanha e Portugal, e a ascensão de figuras como Marine Le Pen, Giorgia Meloni, Trump, Bolsonaro ou André Ventura.

Este é um livro fundamental para compreender a atualidade, mas igualmente uma chamada de atenção para o que o autor considera o principal perigo da atual direita radical populista: a ameaça à própria democracia liberal.

Título

Somos o esquecimento que seremos

Autor

Héctor Abad Faciolince

Editora

Alfaguara

Sinopse

A obra-prima do escritor colombiano é um comovente tributo à memória pessoal, familiar e política do seu pai. Um dos romances latino-americanos mais celebrados do século XXI.

A 25 de Agosto de 1987, o médico colombiano Héctor Abad Gómez é assassinado por paramilitares na cidade de Medellín, a poucos dias de umas eleições em que era candidato. Seis balas na cabeça puseram fim a uma vida de luta contra a opressão e a desigualdade social, num país amordaçado pelo narcotráfico e pela política suja.

Vinte anos depois, o filho, o escritor Héctor Abad Faciolince, decidiu contar a história do pai até ao terrível epílogo. O resultado é um livro belíssimo, poderoso no que conta, comovente no que deixa intuir, uma história dilacerada e dilacerante sobre família e pertença, sobre perda e luto.

Educação sentimental, romance de formação, radiografia da sociedade colombiana desfigurada pela violência, Somos o esquecimento que seremos é um romance em que pulsam memórias e afetos, escrito com a cabeça e com o coração, que emociona sem sentimentalismo, que indigna sem reclamar vingança. A obra-prima de um dos mais elogiados escritores colombianos do nosso tempo.

Título

A hora dos lobos

Autor

Harald Jähner

Editora

Dom Quixote

Sinopse 

A Alemanha depois da guerra. Um país em dissolução. Pessoas dispersas, desalojados, ocupantes, presos libertados, refugiados, culpados. Pilha-se, rouba-se, inventam-se novas identidades, começa-se do zero. Mas será isso realmente possível? Como se pode reconstruir uma sociedade a partir de semelhante caos?

Ter escapado à morte lança uns num estado de apatia, aos passos que noutros faz brotar uma alegria de viver sem precedentes. A vida ficou virada do avesso, mas as pessoas voltam a conviver, e o país é percepcionado pelos mais jovens e destemidos como se fosse um parque recreativo, no qual todos os dias tentam a sua sorte.

Harald Jähner dá-nos uma impressionante perspectiva geral dos primeiros dez anos do pós-guerra, mostrando como se reergueu a Alemanha. O recomeço – visto de um novo ângulo.

Título

A conspiração nazi

Autores

Brad Meltzer e Josh Mesch

Editora

Casa das Letras

Sinopse

Dos autores de The First Conspiracy e The Lincoln Conspiracy, bestsellers do The New York Times, chega-nos a história verdadeira e pouco conhecida de uma conspiração nazi para matar F. D. Roosevelt, Joseph Estaline e Winston Churchill no auge da Segunda Guerra Mundial.

Em 1943, enquanto a guerra contra a Alemanha nazi se desenrolava no estrangeiro, o Presidente Franklin Roosevelt tinha um objetivo crucial: um encontro frente a frente com os seus aliados Joseph Estaline e Winston Churchill. Esta primeira reunião de sempre dos Três Grandes em Teerão, no Irão, iria decidir alguns dos pormenores estratégicos mais cruciais da guerra. No entanto, quando os nazis souberam da mesma, o seu próprio plano secreto tomou forma — um plano de assassinato que teria mudado o curso da história.

Uma história verídica repleta de salvamentos ousados, duplos e intrigas políticas, A conspiração nazi detalha a reunião crucial de Franklin D. Roosevelt em Teerão e a mortífera conspiração nazi contra os chefes de Estado das três maiores potências aliadas que nela participaram.

Com todas as características de um livro de Brad Meltzer e Josh Mensch, A conspiração nazi explora as grandes mentes políticas do século XX, investigando os anos cruciais da guerra ao detalhe. Esta reunião dos Três Grandes mudou o curso da Segunda Guerra Mundial. Aqui, é revelada a história interna daquilo que quase levou a um desastre mundial.

Título

Libertação

Autor

Sándor Márai

Editora

Dom Quixote

Sinopse

Cerco de Budapeste, dezembro de 1944. O Exército Vermelho encontra-se nas proximidades da cidade desde novembro e está prestes a conquistar a capital húngara.

Nos dias que antecedem o Natal, uma jovem mulher de vinte e cinco anos, Erzsébet, procura refúgio para o seu pai, um famoso cientista, astrónomo e matemático que é perseguido pela Gestapo e por militantes do Partido da Cruz Flechada devido às suas conhecidas simpatias liberais. Depois de o deixar em segurança num minúsculo esconderijo subterrâneo, Erzsébet refugia-se na cave do prédio em frente, juntamente com os habitantes desse e de outros prédios das redondezas. Aí permanece durante as quatro semanas que durará o cerco do Exército Vermelho a Budapeste.

Nesse submundo escuro, fétido e caótico, onde as pessoas se amontoam em colchões e as tensões estão ao rubro, Erzsébet nunca deixará de acreditar que a libertação há de vir, que os russos chegarão em breve e que tudo irá mudar. Finalmente, nas primeiras horas do dia 19 de janeiro, o primeiro soldado soviético aparece à porta do abrigo, mas nada será como Erzsébet tinha imaginado.

Título

O poder da autossusgestão

Autor

Émile Coué

Editora

Albatroz

Sinopse

Émile Coué, considerado o pai da hipnose, apresenta um método de cura e autoaperfeiçoamento, que já ajudou milhões de pessoas, focado no poder da autossugestão.

Conduzindo-nos por uma jornada de conhecimento pessoal, ensina-nos a usar conscientemente a força incalculável que existe dentro de cada um de nós.

Através da repetição de frases ou mantras, com uma intenção positiva, conseguimos alterar os nossos pensamentos e crenças de modo a termos uma vida com mais saúde, sucesso e felicidade.

O poder da autossugestão, bestseller mundial, reflete uma abordagem transformadora sobre o autodomínio que nos permite alcançar o bem-estar mental e emocional.

«Todos os pensamentos, bons ou maus, concretizam-se, materializam-se e acabam por se tornar, numa palavra, realidade.»

Título

Como viver sem diabetes

Autor

Manuel Pinto Coelho

Editora

Oficina do Livro

Sinopse

O método simples e eficiente para diagnosticar, prevenir e reverter a diabetes tipo 2.

Este livro pretende ajudar quem já foi diagnosticado com esta doença, bem como quem já dela padece há vários anos e quer encontrar outra solução que não a farmacológica.

A diabetes é já um flagelo que assola impiedosamente a grande maioria da população mundial. Segundo as últimas previsões espera-se que duplique em apenas 30 anos o número de diabéticos à volta do globo, para cerca de 1,3 milhões em 2050. Portugal não será excepção.

A pergunta que se impõe é porque não evitar a todo o custo este cenário, em vez de lidar com as consequências? É isso o que propõe fazer o Doutor Manuel Pinto Coelho neste livro, ao mostrar-nos que a diabetes tipo 2 pode não apenas ser prevenida, bem diagnosticada e acima de tudo revertida. Tudo com gestos simples e mudanças quotidianas.

Título

Um dia de cada vez

Autor

Nelson Olim

Editora

Lua de Papel

Sinopse

Era a catástrofe do século. O tsunami de 26 dezembro de 2004 tinha dizimado a Ásia, e na comunicação social não se falava de outra coisa. Nelson Olim, de férias, preparava-se para ir à neve passar o primeiro fim de ano com a mulher, com quem tinha casado havia meses. Mas uma chamada, no dia 29, mudou-lhe os planos: "Queres ir para Sumatra? Vai haver uma missão." O cirurgião, apaixonado pela emergência médica desde jovem estudante, cancelou as férias e voou, numa lata velha, para a Indonésia.

Tsunami é uma das onze histórias reais contadas neste livro, na primeira pessoa. Guiados por Nelson Olim, vamos cruzar a cidade de Lisboa numa viatura de emergência, com as sirenes a abrir caminho, ainda nos tempos em que trabalhava no INEM.

Vamos também conhecer uma tribo do Sudão do Sul e um hospital clandestino para feridos de guerra no Iémen, onde o médico se vê rodeado de soldados nervosos e com o dedo no gatilho. Assistimos a pequenos milagres, como uma ferida cardíaca fechada com agrafador ou uma cirurgia feita à luz de… telemóveis.

E em cada uma dessas situações limite, encontramos o cirurgião, de ego comedido como lhe ensinaram, a lutar contra a morte, Um dia de cada vez.

Título

Sobressalto pela esperança

Autor

Jaime Ramos

Editora

Guerra & Paz

Sinopse

Portugal pode ser um dos países mais prósperos do mundo. Podemos ter esperança e ser um povo feliz. Contudo, vivemos estagnados num atraso declivoso, num país em decadência desde o século XVI.

O nosso modelo económico é um desastre, com baixos salários. Temos uma democracia eticamente apodrecida, que favorece poderes absolutistas, necessariamente centralistas. O Estado social está degradado, com demasiada pobreza, idosos sem cuidados continuados, uma educação medíocre, um Sistema Nacional de Saúde comatoso e funcionários públicos desmotivados.

A Justiça balanceia entre sentenças de moeda ao ar e a arrastada impotência em condenar poderosos. O Interior está despovoado, enquanto a Grande Lisboa se debate com a crise na habitação e maus transportes públicos.

Jaime Ramos, médico, político e empreendedor social, considera que os eleitores não podem lavar as mãos e dizer que a culpa é dos outros. Os maçons, os religiosos e os patriotas têm a obrigação de pensar Portugal. Precisamos de um abanão cívico que agite o situacionismo pantanoso. Vamos a isso!

Título

Roma sou eu

Autor

Santiago Posteguillo

Editora

Asa

Sinopse

Em Roma, no ano de 77 a.C., o cruel senador Dolabela está a ser julgado por corrupção. Contratou os melhores advogados, subornou o júri do tribunal e é conhecido pelo seu caráter violento e vingativo. Ninguém espera uma condenação. Até porque ninguém se atreve a ser o advogado de acusação.

Inesperadamente, um jovem patrício aceita defender o povo de Roma e desafiar o poder das elites. O nome deste desconhecido é Caio Júlio César.

Combinando um exaustivo rigor histórico com uma extraordinária capacidade narrativa, Santiago Posteguillo consegue mergulhar o leitor no calor das batalhas, nas ruas mais perigosas da cidade, onde assassinos contratados espreitam a cada esquina, na grande história de amor de Júlio César com Cornélia, e compreender, em suma, como foram as origens do homem por detrás do mito.

Roma sou eu retrata a infância e a juventude de César, descendente de uma antiga família patrícia cujas origens míticas remontam a Eneias, o herói troiano, e à própria deusa Vénus.

Vinte séculos depois, a sua lenda continua tão viva como sempre.

Título

Empúsio

Autora

Olga Tokarczuk

Editora

Cavalo de Ferro

Sinopse

Setembro de 1913. Mieczyslaw Wojnicz, estudante de Engenharia de Lviv, chega à cidade termal de Görbersdorf, na Baixa Silésia, sede de um dos mais famosos sanatórios da Europa e do mundo. É aqui, no sopé das montanhas, beneficiando de métodos inovadores, que espera travar a progressão da sua tuberculose.

Na Hospedaria para Cavalheiros onde reside, doentes oriundos de Viena, Königsberg, Breslau e Berlim juntam-se ao serão para tomar um cálice do retemperante licor Schwärmerei e filosofar sobre a natureza do mundo e de Deus, a política, ou o papel das mulheres. Contudo, não são só as grandes polémicas intelectuais da época que ocupam a mente destes homens. Há notícias de corpos sem vida encontrados mutilados na floresta circundante, dando a ideia de que forças obscuras estão à espreita escolhendo o seu próximo alvo.

Livro que marca o regresso de Olga Tokarczuk ao romance após a atribuição do Prémio Nobel de Literatura em 2019, Empúsio - amálgama linguística de Empusa, figura mitológica grega, e Simpósio - pode ser lido como um diálogo com a grande tradição literária europeia e os seus dogmas, em particular com A Montanha Mágica, de Thomas Mann, apresentando um protagonista que se revela símbolo de resistência e de anseio por um mundo radicalmente diferente.

Título

As cinco mães de Serafim

Autor

Rodrigo Guedes de Carvalho

Editora

Dom Quixote

Sinopse

O que é uma família?

Foz do Douro, 1923. Nasce Maria Virgínia Landim da Silva, em casa imponente da alta burguesia. Demonstra desde criança uma personalidade vincada, a firmeza de um propósito, um sentido de missão.
Foz do Douro, 2023. O maestro Miguel Serafim, filho de Maria Virgínia, aguarda com ansiedade o reencontro com um amigo de adolescência que não vê há décadas. Abraçam-se, emocionados. Têm de preparar a celebração de um aniversário muito especial. E assim começamos a percorrer uma história que se estende por um século.

Há paixões, fé e mentiras, numa galeria de personagens inesquecíveis. Juras e traições. Segredos tão fundos e inconfessáveis que nos fazem regressar constantemente à pergunta: o que é uma família?

Em múltiplos cruzamentos entre o Porto, o Minho, a Galiza e Trás-os-Montes, o romance viaja entre o nevoeiro de um passado doloroso e a força terna da união de três amigos de infância.

Talvez a amizade seja um outro nome para família.

Talvez a amizade seja um outro nome do amor.

Título

A malnascida

Autora

Beatrice Salvioni

Editora

Alfaguara

Sinopse

Com ecos de autores como Natalia Ginzburg, Alberto Moravia ou Elena Ferrante, eis a estreia fulgurante de uma escritora cuja mestria literária se dedica, neste romance, à procura da origem do mal e dos obstáculos à liberdade individual.

Monza, Itália, 1936. Francesca, de 13 anos, está nas margens do rio Lambro, vergada sob o peso de um homem morto que tentou violá-la. Maddalena, amiga de Francesca, sai da água e ajuda-a a livrar-se do corpo: escondem-no no meio de arbustos. Este momento é um marco inolvidável na relação entre as duas raparigas, que começa um ano antes, quando Francesca se deixa fascinar por aquela a quem todos chamam «a Malnascida»: uma rebelde de origens humildes e com estranhos poderes.

Contrariando a vontade da sua mãe, obcecada pelas convenções sociais burguesas, e ignorando os rumores que atribuem várias mortes à Malnascida, Francesca junta-se ao seu bando de amigos problemáticos, ávida por descobrir um modo de vida em absoluta liberdade. Entre as duas amigas, contudo, imiscui-se a guerra e o fascismo. Francesca e Maddalena terão de fazer uma difícil escolha: aliar-se contra a opressão social e a injustiça, ou deixar que o curso da História as separe para sempre.

A malnascida é o elogiado romance de estreia da italiana Beatrice Salvioni, distinguido com o prémio literário Scuola Holden, criado pelo premiado escritor Alessandro Baricco. Uma inesquecível história de amizade e crescimento, sob o pano de fundo da Itália fascista.

Título

Sem rasto

Autores

Luís Francisco e José Bento Amaro

Editora

Oficina do Livro

Sinopse

Há poucas interrogações tão perturbadoras como as que envolvem pessoas desaparecidas. Maddie McCann e Rui Pedro são nomes que a opinião pública fixou, mas existem várias outras histórias passadas no nosso país que também permanecem na maior das obscuridades.

Em Janeiro de 1990, Hélder Carriço partiu de Santo André para ir comprar uma prancha de surf a São Torpes - depois, o rapaz de dezasseis anos desapareceu sem deixar rasto. Quatro anos mais tarde, Cláudia Silva e Sousa, de sete anos, eclipsou-se de uma aldeia do Minho, no curto trajecto entre a escola e a casa que fazia sempre. Sofia Oliveira era apenas uma criança de colo quando, em 2004, o pai a levou de Câmara de Lobos para parte incerta, guardando desde então o segredo do actual paradeiro da filha. Mário Sousinha saiu de casa num fatídico dia de 2019 e não voltou: ninguém sabe se foi morto ou se cometeu suicídio, se teve um acidente ou quis fugir. E qual terá sido o destino de Rosiney Oliveira, logo depois de ser despedida de um restaurante e nunca mais ter dado sinais de vida?

Num conjunto de quebra-cabeças que perduram até aos dias de hoje, resistindo às investigações da polícia e alimentando o desassossego de famílias torturadas pela dúvida, Sem rasto reconstitui com precisão e grande mestria narrativa alguns dos mais enigmáticos casos de crianças, adolescentes e adultos desaparecidos em Portugal.

Título

Terra sangrenta

Autor

Timothy Snyder

Editora

Dom Quixote

Sinopse

No coração da Europa, em meados do século XX, os regimes Nazi e Soviético mataram 14 milhões de pessoas na Terra Sangrenta, os territórios situados entre Berlim e Moscovo.

Durante um período de doze anos, nesses campos de morte - as atuais Ucrânia, Bielorrússia, Polónia, Rússia ocidental e costa Leste do Báltico - foram assassinadas, em média, por ano, um milhão de pessoas, devido a políticas deliberadas não relacionadas com confrontos militares.

Neste livro extraordinariamente bem investigado e fundamentado, Timothy Snyder apresenta um trabalho pioneiro sobre a motivação e os métodos empregados por Estaline e Hitler nessa região, e demonstra que os massacres em massa então cometidos eram duas faces da mesma moeda.

Integrando um novo epílogo sobre a relevância destes acontecimentos no atual declínio da democracia, Terra sangrenta é de leitura obrigatória para entender uma das maiores tragédias da história moderna - e como ela se liga ao tempo presente.

Título

Tivemos de remover este post

Autora

Hanna Bervoets

Editora

Dom Quixote

Sinopse

Kayleigh está cheia de dívidas e por isso aceita um emprego como moderadora de conteúdos de uma rede social, cujo nome está absolutamente proibida de mencionar. O seu trabalho consiste em decidir, segundo regras muito apertadas e em constante mudança, que textos, vídeos ou fotos devem ser removidos da plataforma, passando grande parte dos dias a testemunhar o pior de que a humanidade é capaz. Mas Kayleigh ganha bem, é boa no que faz, arranjou amigos entre os colegas e até se apaixonou por uma delas, pelo que, pela primeira vez na sua vida, o futuro parece sorrir-lhe. Só que, de repente, um após outro, os colegas começam a entrar em colapso e a despedir-se, quando não a abraçar as mesmas causas que supostamente deviam censurar…

Ambientado no universo tóxico das redes sociais, Tivemos de remover este post é uma história poderosa e absolutamente pertinente sobre quem determina hoje a nossa visão do mundo. Explorando o conceito de moralidade e a forma como este se tornou completamente fluido, destaca o poder das grandes empresas tecnológicas e a forma como controlam, direta ou indiretamente, as nossas vidas.

Título

História das religiões

Autor

João Gouveia Monteiro

Editora

Manuscrito

Sinopse

Por onde vamos viajar? Por uma geografia que se estende da Escandinávia até África e do Brasil até à China, com epicentro na região do Crescente Fértil. a cronologia principia no terceiro milénio a.C.

É espantosa a influência que estas tradições religiosas tiveram na nossa cultura. Pense-se nas ideias de Juízo Final, de ressurreição e de Paraíso. Ou nos revivalismos a que algumas deram lugar, como no caso das mundividências celta e escandinava, com a sua celebração da Natureza, visível na obra de Tolkien. Quem não conhece O Senhor dos Anéis?

Na primeira parte, são apresentados seis politeísmos antigos: as religiões étnicas (com exemplos de Moçambique e do Brasil); as religiões da Mesopotâmia (em especial, da Suméria); a fabulosa religião do Antigo Egito; os casos dos Celtas e dos Nórdicos; e as religiões da Grécia e da Roma antigas, sementes da ideia de Europa. Há ainda um capítulo sobre o Zoroastrismo - o monoteísmo dual que foi a religião oficial da Pérsia durante doze séculos.

Na segunda parte, uma mão experiente propõe-nos uma antevisão dos modelos religiosos do futuro: o teocrático; o da religião oficial nacional; o secular radical; e o multirreligioso. A terceira parte é dedicada ao Taoismo, a joia espiritual da China Antiga. O Tao te Ching de Laozi é, depois da Bíblia, um dos livros mais traduzidos em todo o mundo. Um seu continuador, Zhuangzi, também maravilhou muitos pensadores ocidentais, de Heraclito a Heidegger.

Vale a pena a experiência desta leitura. Como escreveu Tolkien, «nem todos os que vagueiam estão perdidos». Fizemos, por isso, uma obra rigorosa e muito didática. Embarque connosco, porque - dizia Eduardo Lourenço - «mais importante do que o destino é a viagem»!

Título

Os segredos para ler e influenciar pessoas

Autor

Alexandre Machado

Editora

Manuscrito

Sinopse

Nos bastidores da nossa vida normal, os serviços secretos de inteligência atuam todos os dias. Nas sombras, com recurso a técnicas de influência, persuasão e controlo, estes operacionais enganam mestres do crime, por vezes, durante anos. É fundamental que assim seja: só desta forma é possível desmantelar redes de tráfico, apanhar assassinos e proteger inocentes

E se essas técnicas confidenciais viessem a público? e se tivéssemos acesso aos segredos da manipulação humana, para aprender a ler pessoas, prever comportamentos, recolher informação, influenciar e persuadir?

Depois de um longo e criterioso processo de autorização por parte das agências de inteligência e governos, o resultado está aqui. Alexandre Machado, conselheiro de unidades de operações psicológicas (PsyOps), revela pela primeira vez em livro as técnicas dos serviços secretos de inteligência.

Neste livro, vai descobrir como:

- Ler pessoas;
- Detectar mentiras;
- Influenciar indivíduos, isoladamente ou em grupo;
- Prever e induzir comportamentos;
- Causar uma boa primeira impressão;
- Ser um líder eficiente.

Ao perceber de que forma estamos programados pelo nosso cérebro para agir de determinada forma, saberá utilizar isso a seu favor.

Preparado? A recruta começa agora!

Título

Pequeno-almoço de campeões

Autor

Kurt Vonnegut

Editora

Alfaguara 

Sinopse

Um marco da ficção norte-americana do século xx, tendo confirmado Vonnegut como um dos escritores mais influentes do seu tempo. Uma história onde a imaginação ácida e impiedosa do autor se revela em pleno.

Narrativa frenética e desconcertante, súmula das obsessões do autor, composição da paisagem humana de uma certa América, veículo de transmissão de recados políticos e sociais: Pequeno-almoço de campeões condensa tudo isto, numa história meticulosamente urdida para deleite do leitor. O núcleo deste romance é o escritor de ficção científica Kilgore Trout, uma das mais veneradas personagens de Kurt Vonnegut. Numa das suas deambulações, Trout descobre, com horror, que Wayne Hoover, um bem-sucedido vendedor de carros, interpreta à letra as rocambolescas teorias apresentadas nos seus livros. E isso está a levá-lo à loucura. O que se segue é uma sátira deliciosa e inquietante sobre guerra, sexo, racismo, sucesso e política. O resultado é uma espécie de guia para entender o século xx.

Com um mecanismo de revelações em camadas sucessivas, Vonnegut, um dos terráqueos mais divertidos de que há memória, apresenta-nos nada mais nada menos do que o planeta Terra, num romance brilhante e divertidíssimo, que o consagrou como um dos escritores mais instigantes do nosso tempo.

Título

Nós

Autor

Manuel Vilas

Editora

Alfaguara

Sinopse

Irene acreditava ter vivido um casamento perfeito, ao longo dos anos de entrega total e paixão ardente entre si e Marcelo, o marido agora falecido. Viviam um para o outro, como se cada novo dia fosse o primeiro. Esta relação acabou por afastá-los da realidade que os rodeava. com a perda e a dor do luto, o mundo de Irene desaba — até que ela descobre uma forma insólita de continuar a viver junto de Marcelo.

É esta forma de invocar o grande amor de uma vida que constitui o cerne desta fantasia literária, ao longo de cuja leitura compreendemos a força avassaladora da solidão. Um romance que explora os limites do sentimento amoroso e que empreende uma viagem às profundezas da alma de uma mulher presa numa utopia íntima e irreal — uma mulher tão apaixonada, que o seu amor parece ser capaz de enganar o tempo, o esquecimento e até a morte. Nós incorpora a singularidade e o estilo poético inconfundível de toda a obra literária de Manuel Vilas.

Título

O Livro dos mortos do Antigo Egito

Tradução do inglês

Filipa Aguiar

Editora

Marcador

Sinopse

Misterioso, poderoso e comovente, O Livro dos Mortos do Antigo Egito é um dos textos mais antigos e influentes de toda a História. É composto por uma combinação de orações, feitiços e discursos que os antigos egípcios enterravam com os seus mortos, com o objetivo de ajudar os falecidos na sua «viagem» para a vida após a morte.

Esta edição contém imagens do requintado papiro de Ani - um antigo escriba egípcio - na sua totalidade. Meticulosamente inscrito com hieróglifos e ilustrações dos rituais da vida após a morte, o papiro é apresentado com a tradução do aclamado egiptólogo E. A. Wallis Budge.

Título

A arte da guerra

Autor

Sun Tzu

Editora

Marcador

Sinopse

Escrito cerca do século VI a. C., A arte da guerra é um dos mais antigos livros sobre estratégia militar, e provavelmente o melhor. Ensina-nos a pensar com rapidez quando a batalha começa e a apanhar o nosso inimigo desprevenido.

Desde que foi traduzido, contou entre os seus leitores com Napoleão, MacArthur, Montgomery, Mao Zedong e o general Van Riper, o qual ajudou a planear as operações Escudo do Deserto e Tempestade no Deserto.

As lições de A arte da guerra ainda são válidas, e esta bonita edição inclui um fascinante posfácio sobre a forma como as ideias de Sun Tzu têm sido aplicadas nos negócios, no desporto e noutras áreas da vida.

É ideal para quem pretenda ser mais astuto do que a oposição e apanhá-la de surpresa.

Com ilustrações autênticas.

Título

A dança dos loucos

Autor

Sérgio Luís de Carvalho

Editora

Clube do Autor

Sinopse

No dia 19 de abril de 1506 em Lisboa, em pleno domingo de Páscoa, um homem explicou por que razão uma cruz de prata brilhava intensamente na Igreja de São Domingos, no Rossio. Esse simples facto desencadeou uma das maiores matanças da História de Portugal. Devastado, Mestre Navarro parte com as filhas para longe da perseguição.

No dia 14 de julho de 1518 a senhora Troffea começou a dançar freneticamente e sem razão aparente. Em vão a tentaram ajudar, mas a senhora não conseguia parar. Ao fim de alguns dias, eram mais de quatrocentas pessoas a dançar ininterruptamente, alheadas e desesperadas. Foi o início de uma das mais estranhas e bizarras epidemias da História.

Que ligação haverá entre estes dois acontecimentos, um tão trágico, outro tão pícaro?

Título

A máquina de Joseph Walser

Autor

Gonçalo M. Tavares

Editora

Relógio d'Água

Sinopse

No romance A máquina de Joseph Walser, pertencente à série O reino, o protagonista, Joseph Walser, trabalhador modesto numa fábrica e coleccionador obsessivo de pequenas peças metálicas, vai sobrevivendo à violência da guerra e à vida familiar deprimente, com uma apatia que, por vezes, de longe, parece uma espécie de sabedoria.

O seu corpo sobrevive às traições, que comete e que sobre ele são cometidas, e resiste às bombas, mas diante da máquina de trabalho o seu corpo cede, não resiste. Mas ainda assim sobrevive. Joseph Walser é um sobrevivente.

Título

A vida bem vivida

Autora

Gladys McGarey

Editora

Lua de Papel

Sinopse

"Os médicos não curam os pacientes; os pacientes é que se curam a si próprios", escreve Gladys McGarey, aos 102 anos. A médica sabe do que fala. Começou a exercer medicina há mais de oito décadas, num tempo em que as mulheres nem sequer podiam abrir contas bancárias. E era já octogenária quando resolveu ir para o Afeganistão ensinar os cuidados a ter durante o parto, reduzindo assim, drasticamente, a mortalidade infantil naquele país.

Juntamente com o marido, revolucionou o entendimento da sua profissão, ao lançar as bases da medicina holística nos Estados Unidos. Percebeu que não se pode separar o corpo da mente, concluindo que para tratar uma doença primeiro é preciso descobrir as suas causas. Não basta examinar o paciente: é necessário ouvir a sua história.

A sabedoria que acumulou surge resumida neste livro, que revela seis segredos que a autora põe em prática no seu dia a dia, como pessoa, mulher, mãe de seis filhos, avó, bisavó e trisavó… E se o primeiro segredo é a âncora para toda a sua filosofia de vida ("estamos aqui por um motivo"), o último completa o ciclo: gaste a energia sem medo, porque ela é inesgotável…

A vida bem vivida acompanha o percurso desta mulher extraordinária, reunindo histórias reais, dela e dos pacientes, em que (nas palavras do professor Robert Waldinger, da Universidade de Harvard), descobrimos "verdades ricas e complexas, que vão ecoar nos corações e mentes dos leitores".

Título

As minhas estúpidas intenções

Autor

Bernardo Zannoni

Editora

Dom Quixote

Sinopse

As minhas estúpidas intenções é a história fascinante de Archy, um macho de fuinha nascido na miséria, mutilado ainda jovem por um acidente e vendido como escravo pela mãe a um raposo usurário chamado Solomon, que, considerando-o esperto, resolve ensiná-lo a ler a Bíblia em segredo. Este conhecimento faz de Archy um milagre da zoologia, mas também um ser estranho que acaba por não encaixar em lugar nenhum.

À medida que a vida de Archy é transformada pela descoberta da escrita - e de uma entidade bastante ambígua chamada Deus -, ele começa paradoxalmente a ter saudades da sua velha existência guiada pelo instinto. Mas não pode desaprender o que aprendeu, nem conciliar as suas pulsões mais selvagens com dilemas éticos ou o seu desejo de transcendência com as suas necessidades animais. Escrever sobre a sua vida e passar a outros o conhecimento é a tentativa de Archy de vingar o destino a que a mãe, afinal, o quis condenar.

Vencedor de uma série de prémios no ano da sua publicação, este é um romance de estreia a todos os títulos excepcional.

Título

A Bíblia

Autor

Péter Nádas

Editora

Cavalo de Ferro

Sinopse

Budapeste, anos 1950. Uma vila situada na colina da cidade e o seu jardim de inverno constituem o pequeno reino protegido onde Gyuri, filho de altos funcionários do partido, passa dias indolentes na companhia dos avós. À tarde, depois da escola, deambula, lê, espreita os vizinhos, ou simplesmente não faz nada, limita-se a ficar à espera, a ver o que acontece, aguardando pela noite e pela chegada dos seus pais.

A entrada ao serviço de uma jovem doméstica vinda do campo irá, porém, perturbar o falso equilíbrio e a tranquilidade do lar, trazendo à superfície crueldades e pulsões ocultas que irão marcar o fim da inocência de Gyuri e da sua família.

Publicado originalmente em 1967, A Bíblia é o curto romance de estreia de Péter Nádas, considerado um dos maiores nomes da literatura mundial, traduzido pela primeira vez no nosso país.

Título

O declínio do anjo

Autor

Yukio Mishima

Editora

Livros do Brasil

Sinopse

O último volume da tetralogia «Mar da Fertilidade».

No final dos anos de 1960, Shigekuni Honda está reformado, rico e sem filhos. Quando conhece Toru, um órfão de dezasseis anos, acredita ter descoberto nele a reencarnação do seu amigo de infância Kiyoaki Matsugae e adota-o como seu herdeiro. Honda educa-o e observa-o, interrogando-se sobre se também a vida de Toru irá ser abrupta e precocemente interrompida. Desfecho dramático da tetralogia «Mar da Fertilidade», O declínio do anjo ata por fim o entrançado de temas dos três primeiros volumes: a decadência dos valores tradicionais japoneses, a essência da filosofia budista e a visão apocalíptica do mundo moderno. Pouco depois de escrever as últimas linhas deste romance, Mishima suicidou-se, praticando seppuku.

Título

Mentiras de mulher

Autora

Ludmila Ulitskaya

Editora

Cavalo de Ferro

Sinopse

Um romance composto por várias narrativas que abrem a porta para a vida interior de mulheres da sociedade russa nos anos seguintes à queda do regime soviético.

Génia, intelectual soviética, mãe e a braços com um casamento fracassado, tem o dom de atrair as confidências de mulheres com quem se vai cruzando ao longo dos anos. São relatos de intimidade, histórias de lutos, adultérios, ligações escandalosas e ilusões perdidas que Génia escuta com benevolente ingenuidade, compaixão e não menos surpresa, pois todas elas acabam, invariavelmente, por se revelar falsas.

Artificiosas, inofensivas e quase infantis, as mentiras que estas mulheres contam a si mesmas, sem necessidade aparente, revelam-se fonte de reinvenção e sobrevivência perante a desilusão que sentem com a vida e a estreiteza do seu mundo.

Mosaico de várias histórias, Mentiras de mulher é, segundo a autora, o romance mais verdadeiro que alguma vez escreveu. Com a sua invulgar mão de romancista, Ulitskaya abre uma porta para a vida interior de mulheres resilientes, astutas e corajosas, de diferentes origens, idades e destinos, cuja arte de saber viver está intimamente ligada à arte de contar histórias.

Título

Liberta-te de emoções tóxicas

Autor

Habib Sadeghi

Editora

Albatroz

Sinopse

Quando, há mais de 20 anos, lutava para recuperar de um cancro, o Dr. Sadegh percebeu que as emoções negativas causavam danos reais a nível celular. Focado em limpar a mente para ajudar a curar o seu corpo, desenvolveu uma poderosa estratégia de 12 passos que lhe permitiu identificar as questões emocionais que o estavam a bloquear, alcançando uma sensação de paz, de controlo e de renovação de energia.

Baseado na estratégia desenvolvida pelo Dr. Habib Sadegh, Liberta-te de emoções tóxicas, irá ajudar-te a:

• Definires uma intenção clara;
• Expurgares emoções negativas;
• Praticares o autoperdão compassivo;
• Recentrares a energia negativa para ir além da dúvida e do medo;
• Fazeres as perguntas certas que te ajudarão a gerir relacionamentos.

Seguindo os doze passos deste poderoso guia serás capaz de limpar a tua mente e curar o teu corpo, transformando obstáculos em oportunidades de cura e de energização.

Título

O imenso, sereno e doce rio

Autor

Rui de Azevedo Teixeira

Editora

Guerra & Paz

Sinopse

Circe, Ulisses, Penélope?!

A paixão entre a militante do PCP e o «fascista» comando começou pela voz, «capaz de derreter os ossos a um homem», e pelo masculino «melhor cheiro do mundo». Ana de Jesus Roriz e Paulo de Trava Lobo, entre terramotos de cama, conversavam sobre o meio literário e discutiam o país e a política.

Às coçadas histórias comunistas de Ana, Paulo contrapunha a «transcendência vazia» do comunismo ou o «Ketman estético». As ásperas discussões - «penedo mental», «assassino de guerrilheiros» - acabavam, contudo, macias sobre os lençóis. Na verdade, ambos sentiam no outro o fascínio pelo melhor inimigo, pelo dono do «defeito perfeito». Entre os Jardins do Éden e o Inferno, aos solavancos, viviam un amour vache por Lisboa, Alentejo e Linha.

Mas havia Iza, a mulher de Paulo, o amor que o fazia transbordar de ternura.
E, como sempre com o antigo comando, a violência. Em Moçambique, no Rio, no Porto…

O jornalismo independente DEPENDE dos leitores

Gostou do artigo? 

Leia mais artigos em baixo.

Entro pela noite. Gato pardo, deslizo pela cidade. Contorno-a. Esgueiro-me pelas estradas que a cintam. A hora vazia convoca os sentidos. ...

Que imagem ficará de repente, se o passado se perder no presente, e te esfumares da minha mente? Bruno Rama é ...

Mora cá em casa um espelho a que poderia chamar antigo, vintage, relíquia. Mas que, na verdade, é apenas um espelho ...