Que nos salves, São Francisco de Sales! – Pedro Almeida Vieira

4 de Fevereiro de 2023 – Episódio 005

Epístola à esquecida corrupção ucraniana

São Francisco de Sales é o padroeiro dos jornalistas; por isso, no 4º episódio de Que nos salves, São Francisco de Sales, Pedro Almeida Vieira apela ao santo para que relembre os jornalistas da imprensa mainstream de que fica mal a omissão à Ucrânia quando, a pretexto da divulgação do Índice da Percepção da Corrupção da Transparência Internacional, falam de tantos outros países e dão um destaque especial à Rússia. De fecto, a Rússia não é país que se cheire em termos de corrupção e democracia (está em 137º lugar entre 180 países) e está agora a invadir um país; mas o país de Zelensky (quase santificado pela imprensa mainstream como o paladino da democracia) está ao nível da Angola, no 116º posto. E não estava melhor antes do conflito. E provavelmente não ficará melhor se continuarem as promessas de se jorrar dinheiro sem sim e sem controlo.apela ao santo e para tentar elucidar a imprensa mainstream sobre os conceitos de prisão, detenção, detenção breve e mera condução para identificação, a pretexto de uma manifestação na Alemanha onde esteve a jovem activista sueca Greta Thunberg.

Acesso: LIVRE

Subscreva o P1 PODCAST para garantir a ampliação do trabalho do PÁGINA UM.


28 de Janeiro de 2023 – Episódio 004

Epístola aos Jornalistas do Pode (ou não)

São Francisco de Sales é o padroeiro dos jornalistas; por isso, no 4º episódio de Que nos salves, São Francisco de Sales, Pedro Almeida Vieira apela ao santo e para tentar elucidar a imprensa mainstream sobre os conceitos de prisão, detenção, detenção breve e mera condução para identificação, a pretexto de uma manifestação na Alemanha onde esteve a jovem activista sueca Greta Thunberg.

Acesso: LIVRE

Subscreva o P1 PODCAST para garantir a ampliação do trabalho do PÁGINA UM.


21 de Janeiro de 2023 – Episódio 003

Epístola aos Jornalistas do Pode (ou não)

São Francisco de Sales é o padroeiro dos jornalistas; por isso, no 3º episódio de Que nos salves, São Francisco de Sales, Pedro Almeida Vieira apela ao santo e comenta as sistemáticas notícias que, no título e no conteúdo, usam e abusam do verbo “poder”. Pode isto e pode aquilo foi o pão-nosso-de-cada-dia das “notícias” durante a pandemia. Repete-se agora com a China. Pode haver jornalistas assim?

Acesso: LIVRE

Subscreva o P1 PODCAST para garantir a ampliação do trabalho do PÁGINA UM.


14 de Janeiro de 2023 – Episódio 002

Epístola sobre o Ronaldo, a Kraken e a Aritmética

São Francisco de Sales é o padroeiro dos jornalistas; por isso, no 2º episódio de Que nos salves, São Francisco de Sales, Pedro Almeida Vieira comenta as “notícias” (falsas) sobre os 200 milhões de euros que Cristiano Ronaldo ia receber (para trair Portugal) mas afinal não vai receber; demonstra como afinal a “montanha” sensacionalista do Público em redor da subvariante Kraken (da Ómicron) é um “rato” quando se olha para os verdadeiros números dos Estados Unidos; e por finaliza com notas sobre os títulos absurdos do Diário de Notícias e do Observador (a partir de um take da Lusa) que “inflacionam” o peso da covid-19 na mortalidade total em Portugal durante 2022, e que revela que nem copiar (nem corrigir) sabem.

Acesso: LIVRE

Subscreva o P1 PODCAST para garantir a ampliação do trabalho do PÁGINA UM.


8 de Janeiro de 2023 – Episódio 001

Epístola aos pangolins sobre variantes

São Francisco de Sales é o padroeiro dos jornalistas; por isso, no podcast Que nos salves, São Francisco de Sales, Pedro Almeida Vieira destacará sobretudo os absurdos do nosso jornalismo mainstream. Neste episódios inaugural aborda os constantes anúncios pela imprensa de novas variantes do SARS-CoV, sempre (supostamente) mais perigosas do que a anterior, omitindo que, durante a pandemia, foram identificadas mais de 2.200 variantes. Ou seja, as novas variantes sempre foram o pão-nosso-de-cada-dia. Para demonstrar isso mesmo, Pedro Almeida Vieira acaba a ditar, uma a uma, as 891 variantes actualmente activas listadas no PANGOLIN (acrónimo de base de dados Phylogenetic Assignment of Named Global Outbreak Lineages), das quais 459 identificadas no ano de 2022. Por isso, este podcast tem 48 minutos, em vez da meia dúzia de minutos, porque quase 40minutos são “gastos” a ditar as denominações das 891 variantes actualmente activas.

Acesso: LIVRE

Subscreva o P1 PODCAST para garantir a ampliação do trabalho do PÁGINA UM.